Sustentabilidade

Home

Responsabilidade Ambiental

Bosque Ecológico Philips da Amazônia

A Philips trabalha para a manutenção e preservação do meio ambiente.

Desde 1972, quando se instalou no Pólo Industrial de Manaus, a Philips trabalha para a manutenção e preservação do meio ambiente, de acordo com as legislações locais, federais e convenções internacionais. Além disso, em 1999, todas as unidades Philips receberam a certificação ISO 14001, de Gestão Ambiental.

Com o objetivo de transformar uma área verde de 45 mil m2, localizada dentro de uma planta industrial, a Philips criou, em 2003, o Bosque Ecológico Philips da Amazônia.

No local, estão a Estação de Tratamento de Efluentes Biológicos e 25 mil m2 de área verde. Esse bosque abriga uma rica vegetação, aves migratórias, espécies de peixes, macacos, morcegos, marsupiais, répteis, anfíbios e vários artrópodes. Na área, podemos encontrar o Sauim de Manaus, também conhecido por Sauim de Coleira, um primata ameaçado de extinção.

A Estação de Tratamento de Efluentes possui projeto de paisagismo, rampa para acesso para deficientes, um espelho d'água para abrigar espécies de peixes, passarelas de madeira, com um mirante para observação do local, trilhas em terreno natural e área de descanso.

O Bosque Philips foi o primeiro implantado pela iniciativa privada na Amazônia. É um importante corredor ecológico entre duas áreas relativamente preservadas existentes na circunvizinhança. Sua preservação favorece a manutenção e o equilíbrio da região.

Hoje, por meio dele, é possível fazer uma campanha de conscientização dos visitantes e da população sobre a importância da educação ambiental e da preservação do meio ambiente como ferramenta para o desenvolvimento e fonte de pesquisa.

Visualize abaixo o folheto Bosque Ecológico Philps da Amazônia em formato PDF:
- Folheto Parte 1
- Folheto Parte 2