Sustentabilidade

Home

Responsabilidade Ambiental

Lixo eletrônico

A Philips iniciou projetos-piloto de reciclagem voluntária de produtos, em 2008, na Índia, no Brasil e na Argentina e este ano está ampliando o programa para 25 cidades brasileiras.


O lixo eletrônico é uma preocupação cada vez maior da indústria e da sociedade. Estima-se que esse tipo de resíduo é um dos componentes de maior e mais rápido crescimento do lixo global. Na Philips, incorporamos a possibilidade de reciclagem no nosso processo de EcoDesign, o que é crucial para reduzir o custo da reciclagem ao final do ciclo de vida dos equipamentos. Isso porque o custo de desmontar os aparelhos eletrônicos pode ser mais alto do que os próprios materiais usados na sua fabricação. Os designers devem, portanto, equilibrar essa questão com outros aspectos ambientais, que também precisam ser levados em
consideração no processo de produção, como o uso de materiais e o consumo
de energia.

A Philips mundial anunciou em 2008 planos para ajudar seus consumidores a reciclar os produtos eletrônicos. Depois de uma ampla revisão das suas atividades de reciclagem, a Philips decidiu reforçar sua abordagem por meio das seguintes iniciativas:

• Iniciou projetos-piloto de reciclagem voluntária de produtos, em 2008, na Índia, no Brasil e na Argentina – mercados atualmente sem legislação sobre o descarte
de produtos eletrônicos, ou onde a legislação está sendo discutida, mas não foi
ainda implementada. No Brasil o programa está sendo ampliado e já abrange 25 cidades. Esses projetos facilitarão e fornecerão uma experiência valiosa na criação da infra-estrutura necessária para construir sistemas de reciclagem de produtos eletrônicos nesses países. Essa experiência também será o ponto de partida para potenciais projetos em outros países.

• Na América do Norte, Japão e nos 27 países membros da União Européia –
onde a legislação já prevê infra-estrutura de reciclagem –, a Philips trabalha conjuntamente com stakeholders como governos nacionais e locais, indústria, varejistas e empresas de reciclagem no sentido de maximizar os resultados e melhorar a performance dessa infra-estrutura.

• A Philips também tem informações disponíveis em seu site, com o objetivo de ajudar os consumidores a levar seus produtos Philips fora de uso para pontos coletores adequados. Para saber mais clique aqui.

Com essas iniciativas, a Philips se propõe a contribuir para a aceleração da reciclagem, envolvendo todos os stakeholders que possam colaborar com esse processo. A Philips está convencida de que as futuras parcerias terão melhores resultados do que iniciativas individuais, e o apoio de organizações não-governamentais será essencial para encorajar os consumidores a levar seus
produtos para reciclagem.

A Philips faz parte de uma iniciativa global, batizada de Solving the e-Waste Problem (SteP) lançada, oficialmente, em março de 2007. A iniciativa inclui membros como a Organização das Nações Unidas (ONU), governos, Ongs, empresas como Hewlett-Packard, Microsoft, Dell, Ericsson e Cisco Systems,
bem como companhias de reciclagem. Um dos seus principais objetivos é padronizar os processos de reciclagem em termos mundiais, para colher componentes valiosos no lixo eletrônico, aumentar o ciclo de vida dos produtos e harmonizar a legislação e as políticas mundiais que tratam do tema. Elaborar um
guia mundial para lidar com o lixo eletrônico, no sentido de maximizar a
recuperação das substâncias, também é uma das grandes metas da iniciativa.
O SteP pretende, também, oferecer sua expertise para capacitar países em desenvolvimento.