Sustentabilidade

English Version / HOME
 
 
 
 
EcoVision
     
 
EcoVision II
 
EcoVision III
 
Green Flagships

Reciclagem

Bosque Ecológico Philips
da Amazônia


Consumo consciente de energia

Concurso Philips Vida
 
 
 
Desafio Energético
 
Soluções em Cuidados com a saúde
 
Dialogo com Stakeholders
 
 

Responsabilidade Ambiental

Desenvolvimento sustentável para a Philips é um imperativo – não é algo mais interessante a se fazer, mas necessário. Há mais de três décadas, a empresa vem incorporando a responsabilidade ambiental em sua estratégia de desenvolvimento de produtos e processos, de modo cada vez mais determinante.

A preocupação com a preservação do meio ambiente está diretamente ligada ao planejamento estratégico da Philips, em que produtos, processos e serviços são revistos, planejados e produzidos com esse objetivo.

Desenvolver produtos que causem o menor impacto possível ao meio ambiente é a base de nosso princípio de negócio sustentável, seja pela diminuição de seu peso, menor uso de substâncias tóxicas, consumo de energia reduzido, reciclagem e descarte de embalagens, ou por acreditar que a prevenção ainda é a melhor solução.

Como membro do Conselho Mundial de Negócios para o Desenvolvimento Sustentável (World Business Council for Sustentainable Development – WBCSD), a Philips sabe o desafio que o desenvolvimento sustentável representa e como pode exercer atitudes proativas para enfrentá-lo.

De acordo com a política da empresa, todas as fábricas devem obter o certificado ISO14001 e criar sistemas de gerenciamento ambiental. A Philips também recomenda que todas as instalações não-industriais tenham o certificado. Na América Latina, todas as unidades industriais são certificadas.

 

 

Paulo Ferraz

Vice-Presidente da Philips Eletrônicos de Consumo Brasil

“Philips Green Tick: identificando produtos ambientalmente amigáveis”
O consumidor de hoje está cada vez mais consciente da importância de suas escolhas e de como suas atitudes podem colaborar com a sustentabilidade. Com o assunto ganhando a mídia, a tendência é essa consciência crescer ainda mais, nos próximos anos. Na América Latina, iniciativas de conscientização e sensibilização como as promovidas do Instituto Akatu, do qual a Philips é parceira, têm contribuído ainda mais para disseminar a prática do consumo consciente.
Nós vemos com bons olhos esse movimento, pois ele vai ao encontro de nosso compromisso de marca “Sense and Simplicity”, por meio do qual desenvolvemos produtos que façam sentido para as pessoas e que sejam simples de usar. Além disso, nos últimos anos, temos feito grandes investimentos para aprimorar nosso desempenho ambiental, fabricando equipamentos que consomem cada vez menos energia e com componentes que não agridem o meio ambiente.
Esse esforço pode ser traduzido em nosso conceito EcoDesign, que é o design feito com consciência ambiental, baseado em seis tópicos principais, chamados Green Focal Areas: peso, uso de substâncias tóxicas, consumo de energia, reciclagem e descarte, durabilidade e embalagem. Os produtos que atingem o estado da arte dentro desses critérios podem ganhar o selo Green Flagship, concedido por nossa matriz depois de uma investigação feita a partir de duas ou mais das Green Focal Areas, que são comparadas às mesmas características de seus predecessores ou de seus competidores comerciais mais próximos.
Esse tipo de selo tem despertado a atenção dos consumidores. Pesquisa do Instituto Akatu atesta que o reconhecimento de selos de certificação de produtos e instituições cresceu 69%, entre 2003 e 2006, passando de 19% para 32% dos brasileiros. Por isso, estamos introduzindo um novo logo: o Philips Green Tick. A marca permite aos clientes identificar os produtos que têm mais eficiência energética do que seus competidores comerciais mais próximos, na mesma categoria.
Outra área em que a Philips está investindo é no consumo oculto de energia dos televisores em stand by. Queremos diminuir esse consumo para menos de 0,2 watts, nos modelos de 2008. A energia consumida quando a TV está ligada também está sendo estudada, em particular nas TVs com painel LCD, que possuem sensores de luz para redução automática de iluminação traseira, para diminuir o consumo de energia ao se assistir à TV à noite.
Todas essas iniciativas contribuem para a preservação do meio ambiente, mas também ajudam o consumidor a fazer escolhas mais conscientes na hora da compra.