Sustentabilidade

English Version / HOME
 
 
 
 
 
Índice de Sustentabilidade Dow Jones

Índice FTS4Good e Amsterdam Stock Exchange

Global 100

Tomorrow Value

Política de investimento social
 
 
Desafio Energético
 
Soluções em Cuidados com a saúde
 
Dialogo com Stakeholders
 
 
 

Responsabilidade Econômica

Negócios sustentáveis satisfazem as necessidades das gerações presentes sem comprometer as gerações futuras. As empresas bem orientadas quanto ao desenvolvimento sustentável são economicamente mais bem-sucedidas. Segundo estudos, a movimentação de valor de mercado de empresas recomendadas por investimentos de sustentabilidade supera o valor de mercado de empresas que não possuem essa visão. Por isso, a percepção de que o desenvolvimento sustentável é um fator de agregação cresce a cada dia.

Uma boa performance em sustentabilidade resulta em melhor desempenho financeiro. Empresas de lucratividade podem ter incorporado padrões ambientais, individuais e sociais elevados e beneficiar a comunidade em que estão inseridas.

Índices de Negócios Sustentáveis

Guiadas pelo conceito de sustentabilidade nos negócios, empresas como a Philips são avaliadas por índices que medem o comprometimento com a sociedade. Criadas por instituições do mercado financeiro como o Índice Mundial Sustentabilidade Dow Jones (DJWSI – Dow Jones World Sustainability Index), as listas garantem aos investidores que as empresas podem gerar valor de longo prazo, pois têm mais possibilidades de enfrentar riscos gerados por problemas ambientais, econômicos e sociais, entre outros.


 

 

Thomas Glatzel

Vice-Presidente Administrativo e Financeiro da Philips
para a América Latina

“Empresas com clara orientação para a sustentabilidade têm-se mostrado economicamente mais bem-sucedidas”
Lançado em 1999, o Dow Jones Sustainability World Index (DJSI World) acompanha o desempenho das empresas líderes no mundo em termos de sustentabilidade. Nos últimos três anos, sua performance superou em cerca de 1 ponto percentual a do MSCI World (Morgan Stanley Capital International), considerado uma referência de mercado pelos investidores institucionais. Já o equivalente inglês ao DJSI, o FTSE4Good, embora tenha acompanhado de perto o FTSE-100, nos últimos cinco anos, em alguns períodos superou a performance do índice convencional.
Os especialistas esperam que o desempenho de portfólios de empresas socialmente responsáveis supere em cerca de 2,5% a performance dos fundos tradicionais. Independentemente disso, a crescente importância dos índices de sustentabilidade pode ser medida pelo desempenho dos papéis das empresas incluídas nesses portfólios. As ações de uma companhia espanhola chegaram a subir 1%, em um só dia, quando sua inclusão no DJSI foi anunciada.
Esses são exemplos de que empresas com clara orientação para a sustentabilidade têm-se mostrado economicamente mais bem-sucedidas.
Nós, na Philips, temos consciência disso e temos trabalhado para ampliar nossa gestão para a sustentabilidade, não só para gerar mais valor para o acionista, mas também para perpetuar nosso negócio e para beneficiar a sociedade de forma ampla.
Os resultados já começam a aparecer. Em 2006, nossa matriz melhorou sua performance no Dow Jones Sustainability Index e retomou a liderança no setor de bens de entretenimento. Ainda nesse ano, pela segunda vez consecutiva, fomos listados entre as 100 Empresas Globais Mais Sustentáveis do Mundo, em um ranking elaborado pelo Fórum Econômico Mundial, em Davos. Mas não são apenas resultados financeiros. Conseguimos gerar valor para todos os nossos stakeholders, como pode ser visto ao longo desta publicação e também em nosso Relatório Mundial de Sustentabilidade.